tie, necktie, adjust

O papel do CTO

CTO ou Chief Technology Officer, é um dos cargos da moda que ficaram em evidência com a rápida ascensão das startups tecnológicas. Elon Musk é um dos CTOs mais ilustres atualmente e talvez o que melhor represente as reais atribuições do principal executivo de tecnologia de uma empresa.

Esqueça o estereótipo de nerd introvertido de Steve Wozsniak e foque no “Chief“. O CTO precisa ir muito além código, pensando estrategicamente, liderando e mantendo a coesão do time e sobretudo contribuindo para o crescimento do negócio.

É comum vermos excelentes programadores e líderes técnicos sendo literalmente jogados aos leões ao assumir uma posição como essa, prejudicando não apenas o profissional, mas também todo desempenho da empresa, resultando em frustração pessoal e até mesmo conflitos que podem desestabilizar o time.

Por isso, é importante tomar algumas precauções ao escolher ou mesmo nomear um CTO:

  • Certifique-se de que este profissional compreende os objetivos e estratégias da empresa e é capaz de dialogar com os demais executivos na hora de encontrar soluções para a empresa e para os clientes;
  • O papel do CTO é estratégico, portanto, devemos evitar que seu tempo seja prioritariamente empenhado em tarefas operacionais, como programação e infraestrutura;
  • Evite profissionais ultra centralizadores, todo executivo deve saber conduzir a equipe e saber delegar;
  • Invista na capacitação, caso seu candidato a CTO não tenha experiência em gestão, pode fazer sentido frequentar formações em empreendorismo e modelagem de produtos;
  • Não, o primeiro programador da sua startup não é CTO, escolha certo para não passar vergonha depois…

Recrutar um CTO no mercado também não é das tarefas mais simples, por isso a formação de um profissional da casa é o mais viável, embora demorado. É preciso estar atento às “réplicas baratas”, sim, existem CTO’s falsos que custam pouco, mas podem ser um problema. Um CTO autêntico facilmente ultrapassa a barreira salarial de R$ 30.000,00, chegando até a R$ 60.000,00 em alguns casos, por isso, suspeite dos executivos “em promoção”.

Mas calma, o CTO é o última figurinha a ser completada no álbum. Antes disso, com certeza você precisará da camada operacional, formada pelos programadores e a camada tática, representada por Líderes Técnicos, Product Managers, Product Owners e Scrum Masters.

E claro, você ainda pode contar com os serviços da iCTO, que além do óbvio CTO as a service também provê serviços de gestão de produto, gestão de projetos e liderança técnicas, até que sua empresa adquira porte suficiente para formar ou mesmo atrair um legitimo Chief Technology Officer.